terça-feira, 6 de setembro de 2011

Edwige Fenech











Incrivelmente linda e carismática a atriz  Edwige Fenech nasceu como Edwige Sfenek em 24 de dezembro de 1948, em Bone, Constantine, França, filha de pai maltês e mãe italiana. ." Edwige começou sua carreira no show business como uma participante em concursos de beleza (ela ganhou o título de "Mannequin senhorita de la Cote d'Azur", aos 16 anos e até ganhou um concurso de Miss beleza França) e trabalhou como modelo fotográfica antes de fazer seu filme de estréia na comédia de 1967 . Com seu longo cabelo preto lustroso, rosto bonito, sensual, completa, figura bem torneadas, e fumegantes presença na tela, Edwige logo se tornou  muito popular e muito procurada atriz em um diversificado leque de produções europeias feitas em Itália, França, Espanha e Oeste Alemanha.  Fenech alcançou maior  popularidade duradoura cinema cult por estrelar vários filmes para o diretor italiano Sergio Martino: "Próximo!" "Demons of the Dead" e "O vício é um quarto fechado e só eu tenho a chave". ." (Ela era a namorada de ex-produtor de Martino, irmão de Luciano.) Outros diretores de cinema italiano observou Fenech já atuou em filmes de Mario Bava são ("Five Dolls para um Luar de Agosto"), Guliano Carnimeo ("O Caso do Iris Sangrento"), Andrea Bianchi ("Strip Nude para seu assassino"), Umberto Lenzi ("A Grande Batalha"), Steno ("Dr. Jekyll gosta deles Hot"), Dino Risi ("Eu sou fotogênica"), e Ruggero Deodato ("Phantom of Death").  Edwige se tornou uma personalidade da televisão nos anos 80 e fez aparições freqüentes em um show de chat italiano, juntamente com o colega giallo deusa Barbara Bouchet. Moreover, Além disso, Fenech lançou sua própria linha de moda e fundou sua própria produtora de filmes Immagine e Cinema Srl com seu filho Edwin (ela co-produziu o filme de 2004 "O Mercador de Veneza", bem como vários italianos TV mini-series e feito para -TV funcionalidades). Em meados dos anos 90 foi contratado por um famoso industrial italiano Luca di Montezemolo. Edwige Fenech fez um retorno bem-vindo ao atuar em uma pequena participação como uma professora sedutora de arte classica em Eli Roth "O Albergue. Parte II"

Um comentário:

  1. Michael Carvalho Silva9 de novembro de 2015 16:34

    Edwige Fenech é mesmo linda e adorável e para mim ela é uma versão morena de sua louríssima compatriota italiana Gloria Guida. Edwige inclusive estava maravilhosa em "O Albergue 2" sendo ela também uma das atrizes européias mais lindas, talentosas, ilustres e carismáticas de todos os tempos.

    ResponderExcluir

Deixe Seu Comentario